segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Dezessete

Vanessa recebeu alta logo no outro dia,não voltou aula o resto da semana, Zac teve permissão para sair do regimento durante a noite para ver a namorada, voltando algumas horas depois. Era sábado, Vanessa acordou por volta das 9h00min, espreguiçou-se e sorriu passaria o fim de semana com Zac, essa era a vantagem de Greg ser chefe de Zac.
- Bom dia
Disse descendo as escadas, vestia um vestido rosa bebe leve, com uma rasteira branca e os cabelos presos em um coque alto desarrumado
- Bom dia filha, como de sente?
Perguntou Gina
- Bem, a doutora Paget me ajudou nesses últimos dias
- Que bom, vai ver Zac hoje?
- Sim - abriu um largo sorriso - Passaremos o dia juntos, ele deve chegar a qualquer monte
Disse enquanto tomava um belo copo de suco de laranja, ouviu batidas na porta, três batidas pra ser exato - É ele
Vanessa levantou-se em um pulo limpando a boca com um guardanapo, abriu a porta e viu Zac, sorriu de orelha a orelha.
- Bom dia
Zac usava uma camisa polo vermelha com uma calça sarja clara e sapatênis pretos
- Bom dia meu amor - Disse Vanessa
- Está pronta para passar o dia comigo?
- Sim, só vou pegar minha bolsa
Assim saiu indo até sala pegando uma pequena bolsa branquinha, avisou a mãe que estava saindo, não dando tempo para ela cumprimentar o noivo da filha e se despedir
- Então onde vamos primeiro?
Perguntou entrando no carro
- Não sei, quem sabe o shopping?
- Oba, assim posso escolher meu vestido de formatura
- Semana que vem né amor?
- Sim
Sorriu
- Então, vamos ao shopping
Deu um beijo rápido e terno nela, e deu partida no carro rumo ao shopping, assim que chegaram Vanessa foi direto a loja de vestidos
- Amor me ajuda a escolher?
- Meu anjo, eu sou péssimo nisso
Disse a abraçando de frente pela cintura
- Mais a sua opinião é muito importante pra mim
- Ok, tudo bem - Sorriu
- Eu te amo
Tocou o nariz dele em forma de carinho
- Eu também amo você
Beijou a bochecha dela. Ela provou vários vestidos, mais um chamou a atenção do noivo, e a de Vanessa também assim com o vestido escolhido saíram passeando de mãos dadas pelo shopping
- Olha ali amor
Disse olhando para a vitrine de uma joalheria, um par de alianças de ouro
- Gostou?
- Sim, são lindas - Olhou para ele sorriu - esqueceu que estamos noivos?
- Não, eu nunca esqueceria - Sentou em um banco no shopping e Vanessa o seguiu e sentou ao seu lado
- É bom mesmo
- Vanessa, você é nova, pode mudar de ideia a qualquer momento
- Zac, eu não vou mudar de opinião, eu amo você, sei que estou prestes a completar 17 anos, mais eu vou repetir, eu amo você, eu sei que você pode demorar a querer se casar comigo por conta da minha pouca idade, mais não irei desistir de nós, pelo menos não do nosso casamento - Estava séria e Zac a escutava com atenção - Sei também da nossa diferença de idade, apesar de não ser muita, mais se olhar por outro lado você também é novo, completou 21 mês passado.
- Também amo você - A beijou devagar e com ternura - Eu prometo, que vamos no casar, sei que você quer tanto quanto eu - Sorriram um para o outro - Mais, vamos esperar passar a sua formatura, achar um lugar para nós, vamos devagar
- Ok, mais quero um aliança igual aquela
Ele deu uma gargalhada
- Terá uma mais linda que aquela
A abraçou dando um outro beijo, levantaram, Zac a abraçou de lado e assim foram, olharam lojas, compraram roupas para ambos, tomaram sorvete, namoraram, almoçaram e foram até o parque onde ficaram sentados observando a paisagem.

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Capítulo Dezesseis

Passaram-se dois meses Vanessa agora ostentava uma bela aliança de noiva de ouro branco na mãe direita, Zac havia voltado para o regimento, estavam procurando uma casa para morarem assim que casassem, aliás, quem casa quer casa. Agora estava grávida de 3 meses, sentada no sofá de casa zapeando canais na TV
- Droga, não está passando nada de interessante
Saiu de seus devaneios assim que escutou o celular tocar, abriu um grande sorriso ao ver quem era
- Alô capitão Efron
Zac, pelo ótimo trabalho feito fora do país passou a ser capitão
- Oi meu amor - Riu do jeito que ela havia o chamado - está tudo bem?
- Sim, mais está tedioso, já zapeei todos os canais e não achei nada para ver - Bufou
- Porque não chama as meninas?
- Já chamei, Ash está com Chris e Selena já tinha compromisso
A campainha tocou
- Sua mãe?
- Saiu, meu amor a campainha está tocando pode ser uma das garotas vou atender, amo você
- E eu, amo vocês
Vanessa sorriu e juntos desligaram o celular, Vanessa levou um susto ao abrir a porta
- Nathan?
- Ora minha querida, vim saber como está meu filho
- Você não tem filho nenhum aqui
- Claro que tenho meu bem, você carrega um filho meu
- Ah esse - Apontou para o frente - Esse filho já tem um pai, chamado Zac
- Não - Segurou forte os braços da adolescente a levando ara dentro de casa, a porta se fechou com o vento assustando Vanessa - essa criança é minha
- Não é, e me solte está me machucando
- Esse bebê é meu Vanessa
- Já disse que está me machucando
- Pouco me importa
Soltou-a com força fazendo a garota cair no chão desmaiada, e sangrando Nathan saiu correndo
- Filha cheguei - Disse Gina ao chegar animada em casa, não ouviu resposta, olhou para o chão e viu a filha caída e sangue ao redor - Oh meu Deus
Gina ligou para a emergência, logo uma ambulância chegou levando Vanessa ao hospital, Gina seguir de carro, mesmo sendo imprudente, ligou para Greg no caminho o mesmo avisou Zac do ocorrido, assim os dois também se deslocaram até o hospital
- Como ela está?
- Ainda não sei, a levaram para emergência, encontrei ela desmaiada e com snagramento
- Parente da senhorita Hudgens?
- Somos nós - Disse Greg apreensivo assim como Zac e Gina
- Está bem, e consciente, mais perdeu o bebê que esperava com a queda
- Oh meu Deus - Disse Gina
- Ela pode receber visita ?
Perguntou Zac
- Sim claro que pode, quarto 405, um por vez
- Vá você Zac, ela vai precisar
- Tem certeza coronel
- Aqui sou somente Greg
- Ok, então tudo bem se eu ir ve-la primeiro?
- Sim querido
Disse Gina.
Zac entrou no quarto, segurando a boina nas mãos
- Com licença
- Oi capitão - Sorriu
- Como se sente?
- Bem, aliviada, mais também triste
- Defina
- Me sinto bem, aliviada por saber que não carrego mais um filho de uma relação que eu não quis mais triste por saber que aquela pequena vida se foi
- Hei meu anjo, fique calma, teremos filhos, nossos - Disse sorrindo, fazendo Vanessa sorriu
- Só você para me fazer sorriu de verdade capitão
Acariciou o rosto dele, que sorriu
- Então, ainda casa comigo? Mesmo sem estar grávida
- Mais é claro, casaria com você, uma, duas, três vezes se possível
- Tem certeza, ainda é nova
- Não me importo
Puxou ele pelo pescoço dele
- Eu amo você
- Já disse que fica lindo de fardado? - Sorriu
- Umas mil vezes
Colaram os lábios num beijo cheio de ternura, amor e paixão.

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Capitulo Quinze

Vanessa dirigiu até em casa desesperada, subiu para o quado jogando o exame em cima da cama, como ela poderia estar grávida? Lembrava com detalhes daquele fatídico  dia e Nathan havia usado preservativo, mais poderia ter furado. Com certeza furou.
- Vanessa? - Gritou Gina ao chegar em casa - Vanessa. filha você está ai em cima?
Gina subiu as escadas e encontrou Vanessa em posição fetal e chorando
- Filha, querida o que houve?
Vanessa nada conseguia falar, ao olhar na penteadeira da filha Gina viu o exame e viu o resultado também
 - Querida fica calma sim? Vou ligar para o Zac
- Não, ele não vai mais me querer
- Calma, vou ligar pra ele
Gina desceu as escadas correndo e ligou para Zac pedindo que o namorado na filha viesse até ali
- Que bom que veio
- Dona Gina, o que ta acontecendo?
- Sente Zac vou te explicar
Ele sentou e Gina sentou a sua frente
- Vanessa está grávida, aquele crápula engravidou ela
- Mais ele não havia usado preservativo?
- Sim, mais deve ter furado ou algo do tipo
- Meu Deus, a minha pequena
- Zac, ela está apavorada, com medo de tudo
- Eu vou subir, posso
- Claro
Zac subiu as escadas e viu a porta do quarto entreaberta entrou em silencio e encontrou Vanessa encolhida na cama
- Amor? - Chamou
Vanessa virou e viu o namorado
- Veio terminar? - Disse ela abaixando a cabeça
- Não, da onde você tirou essa ideia maluca?
- Tô grávida quem quer uma grávida de outro homem
- Hei pare com isso, não vou te deixar, vamos passar por isso juntos
- Eu te amo Zac
- Eu também te amo, sei que é cedo, estamos juntos a pouco tempo mais casa comigo? Vamos dar a essa criança uma familia? Se ele não assumi-la eu assumo
- É claro que eu aceito, mais não precisa assumir
- Faço questão
Selou o pedido com um beijo apaixonado.
-----------------------------------------------------------------------------
Um curtinho pra matar a curiosidade se o Zac iria ou não apoiar a V.
Beijos de luz no coração
Obs: Meu notebook e computador vão pra assistência técnica para formatar amanha provavelmente já estão de volta.


segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Capítulo Catorze/Quatorze

As semanas estavam se passando Vanessa estava se sentindo estranha, estava notando mudanças em seu corpo principalmente em ciclo menstrual que estava atrasada, será que Nathan a havia engravidado? Estava com medo de contar a sua e as amigas, principalmente para Zac, olhou para a mão vendo o belo anel dado pelo namorado a algumas semanas e sorriu, dali tirou forças para ir até a farmácia,
- Bom dia
- Bom dia, eu gostaria de um teste de gravidez que de praticamente 90% de certeza do resultado
- Bom minha querida, hoje dificilmente os testes de farmácia dão errado mais como voce quer um com mais precisão seria esse
- Ok, eu quero dois
A moça da farmácia passou o código e barras, Vanessa pagou em dinheiro não queria que os pais descobrissem dua suspeitas, teria que dar um jeito de esconder o resultado, aproveitou e passou em um laboratório para marcar o Beta HCG para confirmar suas suspeitas.
Ao chegar em casa Vanessa foi correndo ao banheiro, leu as instruções e viu que dois risquinhos significava positivo, viu que teria que fazer xixi na tirinha para ter o resultado, e assim fez, nas instruções dizia para esperar 5 minutos, os deixou no balcão do seu banheiro ao ver o telefone tocar e ver que era Zac
- Oi meu amor
- Oi
- Ta tudo bem?
- Sim está, e com você?
- Estou ótimo, estão meu anjo liguei para saber se não quer sair mais tarde, só dois quem sabe um cinema
- Ótimo
- Ok então, as 5:00 pm?
- As 5, estarei pronta
- Amo você
O celular de Vanessa apitou era o alarme avisando que haviam se passado os 5 minutos e ela foi até o banheiro
- Que barulho foi esse?
- O alarme do celular avisando a hora do meu remédio
Disse pegando o teste e arregalando os olhos ao ver as duas tirinhas
- Amor vou desligar te espero as 5
- OK, amo você
- Eu também, mais que tudo.
a conversa dos dois acabou por ali, Vanessa sentou na cama com os testes em mãos se sentindo sem chão.
Não sabia o que fazer, as 5 como combinado foi ao cinema com Zac,  fingiu tudo estar bem, no outro dia antes da aula foi até o laboratório tirar o sangue para o exame que ficaria pronto a tarde
- Que o teste de farmácia esteja errado
A aula para Vanessa passou rápido conseguiu despistar as amigas e ir ate o laboratório ao chegar lá seu exame estava pronto, ao abrir
- Estou perdida - Sentou no carro começando a chorar

Oi oi gente!

Gente vim aqui me explicar e porque da ausência, sério eu to com raiva porque o player de música não quer funcionar, se ai no seu computador as musicas estiveres tocando deixe nos comentarios. Eu estava trabalhando pra deixar o blog mais bonitinho para vocês tanto esse como o outro mais o player me deixou irritada, mais consegui, vocês já devem também estar de saco cheio de minhas capas terem o fundo branco né/? É que assim qualquer capa fica bem com o fundo no blog. Bom logo logo tem capitulo fresquinho para vocês. Desculpem os erros de digitação é que passei a noite em claro tentando arrumar o player de musica.
Beijo,.

sábado, 31 de dezembro de 2016

Capitulo Treze

A doutora chamou Vanessa era a sua segunda consulta e estava ansiosa para contar tudo, principalmente a volta de Zac
- Boa tarde Vanessa, como estamos?
- Estou ótima
Sorriu
- Ótimo, conte-me como foram os últimos dias
- Bom, continuei frequentando o colégio, minha amigas e família continuam me dando apoio o que está me ajudando bastante, estou evitando Nathan, até porque o assunto já se espalhou pelo Cornwell, continuo com a pílulas anticoncepcionais que o doutor receitou, inda estou na primeira cartela, e meu namorado, finalmente, chegou de viagem, vai ficar dois meses fora do exército, até tirou satisfações com Nathan – soltou uma risada -  confesso que adorei a cara de medo dele
- E como foi a chegada de seu namorado?
- Bem o Zac é “bem” – fez aspas com os dedos- mais velho que eu, tem 21 anos, e eu 16, mais temos uma relação ótima desde de pequenos a irmã dele, Ashley, é uma de minhas melhores amigas
- E coo ele reagiu com a notícia do estupro?
- Bom ele surtou, eu já esperava isso já que eu era virgem, e pretendia ter uma primeira vez especial ao lado de Zac, falando nele, ele veio comigo esta me esperando do lado de fora, se viu um belo rapaz de cabelos loiros e olhos azuis é ele – Sorriu apaixonada – Ele esta me apoiando muito também com tudo isso
- Isso é ótimo, quanto mais apoio melhor, ainda mais das pessoas que amamos
- Estou percebendo, estou cada vez me sentindo melhor doutora, como se tudo estivesse entrando nos eixos, minha formatura chegando, faculdade, Zac ao meu lado, meus pais, amigos
- Continue assim, bom encerramos por hoje
- OK, até a próxima
- Até Vanessa
A doutora abriu a porta dando passagem para Vanessa que viu Zac lendo uma revista
- Vamos? – Disse a morena
- Vamos
Disse a abraçando pela cintura, a doutora que ainda se encontrava na porta sorriu, Zac guiou Vanessa até o carro abrindo a porta para ela
- O que acha de darmos uma volta ao shopping?
- Vamos, claro
- Mais antes quer te dar uma coisa, sei que dentro do carro não é o momento apropriado, queria que te dar na formatura como presente mais não vou aguentar
Abriu o porta luvas do carro tirando uma caixinha em forma de coração, mostrando duas alianças de namoro

- Sei que é cedo, que faz só 3 meses que estamos juntos, mas queria te dar algo que simbolizasse nosso amor
- São lindas – Colocou a mão na boca
- Posso?
Disse pedindo a mão direita da namorada, que prontamente deu estendeu, e Zac colocou a aliança em seu dedo, que coube perfeitamente
 - Ficou perfeita – Disse admirando e colocando a outra na mao do namorado
- Agora sim podemos ir
Zac arrancou o carro e foram para shopping, lá foram em lojas, Zac não se preocupou nenhum pouco em gastar dinheiro com a namorada comprando tudo que ela havia gostado, assim como comprou para ele também, depois foram até o cinema, lá comprando dois baldes de pipocas e refrigerante escolhendo uma comédia romântica pra ver, depois fram para praça de alimentação
- Ach que nunca me diverti tanto – Disse Vanessa
- Eu também
- A não
- O que foi amor?
- Nathan está vindo para a nossa mesa
Zac olho para trás e viu o garoto se aproximando
- Ora, ora Vanessinha
- Nathan – Revirou os olhos
- Olá namoradinho estupido
Zac levantou pronto para dar um murro na cara de Nathan mas se controlou
- Só não te dou um murro agora porque estamos em lugar público seu ignorante, que não sabe respeitar a namorada dos outros, é assim que você faz? Sai pegando a namorada dos seus amigos e transando com elas ?
- Não, claro que não, só com a Vanessinha ela deixou
Os olhos de Vanessa se encheram de lagrimas
- Seu ogro – Xingou a morena já chorando, correndo para o banheiro
- Você não presta
- Olha só o dedinho dele com aliança
- Sim, aliança, porque eu amo aquela garota mais que tudo no mundo e ai de você se estragar o que temos – Disse dando de dedo na cara de Nathan, e saindo logo em seguida atrás de Vanessa, escutou pela porta do banheiro feminino o choro
- Meu amor, vem aqui – Disse – ele já foi
Vanessa saiu, e se jogou nos braços do amor de sua vida

- Calma ele não ira mais nos atrapalhar, vamos voltar para nossa diversão – Disse secando as lagrimas dela, que abriu um sorriso, carregando ela até playground do shopping.