terça-feira, 4 de agosto de 2015

Capitulo Oito

POV Zac
O avião acabou de aterrissar em uma pista de segurança própria para nós, era domingo a noite, a tarde passei amanhã com minha família e com a Vanessa, aproveitamos e contamos a todos que estamos juntos, estava com imensas saudades da minha morena, não sei quanto tempo vou ficar aqui, pode ser dias, semanas ou meses, Matt está mesma que eu passou a viagem toda olhando a foto da namorada, eu fazia o mesmo, não poderia falar com Vanessa durante a operação, só quando o general deixasse, e isso poderia levar dia e dias, eu iria enlouquecer
- Soldados, chegamos, vamos ser direcionados ao abrigo
Disse o general Granger, ele estava nos comandando aqui na Faixa de Gaza, fomos levados a uma pequena “casa” onde havia dois cômodos um banheiro e uma salão ou sala para que nós pudéssemos descansar e nos recuperar de ferimentos, segundo o general os soldados feridos iriam voltar para a base em Nova Iorque.
- Hei, você ta bem – Perguntei ao Matt
- Saudades da Blake
Disse ele com os olhos caídos, sem aquela animação diária que me tirava do sério as vezes
- Calma, daqui a pouco estaremos com elas novamente.
- Eu sei
- Tem irmão Matt?
- Não, sou filho único, se eu morrer aqui Zac meus pais enlouquecem
- Calma, não vai acontecer nada com a gente, sabe eu tenho uma irmã, adotiva, meus pais a dotaram quando ainda era pequena, tem a idade da V, o nome dela é Ashley, ela é muito apegada a mim, eu fiquei desolado em deixar ela e Vanessa para trás, elas choravam tanto – Abaixei a minha cabeça – Me deu uma pequena vontade de largar tudo e ficar com elas
- Eu sei, quando fui me despedir da Blake, também tive a mesma vontade
- Sabe a Vanessa se forma em alguns meses, e talvez eu nem esteja lá
Eu queria tanto ver a minha morena realizando esse sonho, ela fala dele desde que éramos pequenos, colegial, faculdade. Ela faria vestibular essa semana, havia escolhido Relações Internacionais, estava orgulhoso da minha pequena, mais meu coração estava na mão, para ser sincero não sei como estou vivo deixei meu coração nos Estados Unidos, numa cidade chamada Nova Iorque com uma morena de 16 anos.
16 de maio de 2014
Soldado Efron, exército dos EUA.
Chegamos hoje a Faixa de Gaza onde está tendo o confronto entre Palestina e Israel, amanhã começaremos cedo com a operações, tentaremos pegar o máximo possível de americanos aqui presos, aqui é horrível, barulhos de tiros e bombas são ouvidos a todo momento, pessoas adultas e crianças são mortas a sangue frio espero cumprir minha missão e voltar para minha família e para minha amada em segurança.
- Soldado Efron ?
O general me chamou, fechei o pequeno caderno que eu faria de diário durante o tempo em que estivesse aqui
- Sim General
- Você terá direito e duas ligações, par avisar que chegou a sua família, parente e amigos
- Sim senhor
- Me acompanhe
Finalmente darei noticia a minha pequena e minha irmã elas devem estar aflitas, papai e mamãe também.
- Aqui está, seja breve nas duas ligações
- Sim senhor
Disquei o número de celular da Ashley
** Ligação
- Alô?
- Oi Ash
- ZAC
- Maninha, não precisa gritar
- Como você está?
- Estou bem, cheguei agora pouco, só não posso falar muito ainda tenho que ligar para Vanessa, tenho só duas ligações
- Está tudo bem mesmo?
- Está sim, avisa ao papai e mamãe que eu liguei e que mandei um beijo
- Pode deixar
- Se cuida Ash, por favor
- Você também – Ela começou a chorar, meu coração ficou em pedaços, e sei que com Vanessa vai ser o mesmo – Eu amo você irmão
- Eu também amo você maninha
Ligação**
Desliguei, e logo em seguida disquei o número da Vanessa
**Ligação
- Alô
Disse minha pequena com a voz triste
- Oi amor
- Zac, amor, como você está?
- Estou bem
- Amor, como foi a viagem? Como está tudo ai?
- A viagem correu bem, aqui ta um caos, só ouço tiros e bombas
- Se cuida meu amor por favor
- Pode deixar que eu vou me cuidar, vou voltar inteiro para você, eu prometi antes de sair lembra?
- Lembro
- Amor, pequena vou ter que desligar tem mais gente querendo usar esse telefone, não sei quando vou ligar de novo
- Ta
Senti na voz dela o choro, meu coração se partiu de novo, puta merda isso doía, e como doía
- Eu amo você minha pequena borboleta
- Eu também amo você meu anjo.

Ligação**
-----------------------------------------------------------------------------------
Coooooooooomentem bastante, beijos e mais beijos